Polícia

Suspeito de esconder drogas na fralda do filho é preso em Santa Rita

O homem, de 21 anos, foi localizado nas proximidades da Estação de Trem, em Várzea Nova, perto de sua casa, em uma localidade apontada como área de tráfico.

A Polícia Militar prendeu um suspeito que tinha escondido drogas na fralda do próprio filho, uma criança de dois anos de idade. A prisão aconteceu após uma abordagem, no início da noite de desta segunda-feira (25), em Santa Rita.

O homem, de 21 anos, foi localizado nas proximidades da Estação de Trem, em Várzea Nova, perto de sua casa, em uma localidade apontada como área de tráfico. Ele estava com a esposa e seu filho de dois anos, quando foi abordado pelos policiais do 7º Batalhão.

“Durante a abordagem, a criança estava a todo momento tentando tirar a fralda, mas a mãe não deixava. Quando a mulher estava sendo revistada, a criança foi para o colo do pai e, naquele momento, puxou a fralda deixando a droga cair nos pés do adulto”, explicou a tenente Karina Souza, coordenadora de policiamento da unidade, que esteve na ação junto com a Força Tática.

O suspeito, que já havia sido preso por porte ilegal de arma de fogo e tinha um mandado de prisão em aberto por esse crime, confessou a propriedade dos entorpecentes. Eram cinco pequenas pedras de substância semelhante a crack. Na casa dele, a PM descobriu também outros entorpecentes que estavam escondidos atrás do botijão de gás da cozinha.

Em toda a ação, foram apreendidas 20 pedras de crack, quatro papelotes de substância semelhante à maconha e 29 comprimidos entorpecentes.

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios