Entretenimento

Saída de baixista expõe racha no CPM 22 em polêmica sobre Japinha; entenda

As conversas vazadas em que Ricardo Japinha, baterista do CPM 22, aparece supostamente assediando uma garota que disse ter 16 anos, foram divulgadas desde o dia 4 de junho. Mas a banda só se manifestou na última quarta, dia 10, confirmando o afastamento do músico. Enquanto isso, o baixista Fernando Sanches anunciou a sua saída do grupo paulista. Sem explicar o motivo, o músico disse apenas que irá se dedicar ao estúdio próprio e a outras bandas que faz parte. Nos comentários da publicação, seguidores o aplaudiram pela atitude e o comentário de músicos famosos faz coro nas desconfianças dos fãs de que houve um racha na banda em meio a polêmica com Japinha.

“Parabéns pela atitude, meu mano. Arte e integridade. Que a vida te recompense”, escreveu Lucas Fresno.

“Fer, tenho nem palavras pra dizer o quanto te respeito e te admiro. Você é foda! Um beijo e um abraço apertado em toda a família”, disse o músico Murilo Benites.

Foto: Reprodução/Instagram

Fernando compartilhou mensagens de seguidores que o elogiaram por “se posicionar”. E, mais tarde, comentou a decisão do CPM 22 de afastar Japinha.

“Badauí (vocalista do CPM 22), fico feliz com sua evolução. Te desejo toda a sorte”, escreveu Fernando.

Em entrevista no fim de maio ao “Tenho mais disco que amigos”, Fernando Sanches revelou que estava trabalhando com todos os integrantes do CPM 22 em músicas para um novo álbum, o que reforça o estranhamento sobre a saída do baixista

No perfil oficial da banda no Instagram, fãs criticaram a ausência de uma nota despedida pela saída de Sanches, mas não foram respondidos.

Em nota, publicada no Instagram, o CPM 22 disse que reafirma “posição de não compactuar com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja. A banda continua”.

Entenda o caso:

Um diálogo de 2012 atribuído a Ricardo Japinha, bateirista do CPM22, e uma garota que disse ter 16 anos, foram divulgadas no Twitter. Se no início o papo era apenas de uma fã querendo conhecer a banda dos sonhos, o caminho da conversa sobre namoro e virgindade acendeu um alerta nos que compartilharam o texto na Internet. O músico confirmou ao G1 que as mensagens eram mesmo dele, mas que eram “brincadeiras” sem “intenção de seduzir”. Mais tarde, nas redes sociais, Japinha fez um novo texto para se defender de qualquer acusação de abuso ou de desrespeito.

“Jamais agiria com o intuito de machucar alguém, seja física ou psicologicamente. Abomino qualquer forma de desrespeito ou abuso contra quem quer que seja”, diz o trecho publicado no Instagram.

Ao G1, Japinha disse ainda que o diálogo “incomoda” e que hoje não o teria de novo, mas que “não fez nada de errado”.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios