Polícia

Primeiro semestre registra redução de 53% dos ataques a instituições bancárias na Paraíba

Uma das ações que ajudará nas respostas rápidas, segundo o secretário de Segurança, é o sistema de videomonitoramento. Já começaram a ser instaladas câmeras em João Pessoa e Campina Grande.

Os números do balanço semestral da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds) registrou uma redução de 53% no número de casos de ataques criminosos a instituições bancárias na Paraíba. No ano de 2019, segundo o secretário da pasta, Jean Nunes, foram contabilizados 19 ocorrência, enquanto no mesmo período de 2020, 9 casos. A informação foi repassada durante entrevista ao Fala Governador, na Rádio Tabajara, nesta segunda-feira (20).

“Isso demonstra que a gente continua, como o governador falou, mesmo diante de pandemia, em tempos difíceis, a gente continua agindo forte”, frisou. Jean Nunes informou que existe uma força-tarefa de banco no estado responsável por investigar as ações criminosas e para a obtenção de resultados positivos para a segurança. “É um foco, é um crime contra o patrimônio. E um crime contra o patrimônio também continua sendo um dos focos da Secretaria de Segurança para a gente possa trazer mais segurança para todos”, afirmou.

Além disso, uma das ações que ajudará nas respostas rápidas é o sistema de videomonitoramento. Já começaram a ser instaladas câmeras em João Pessoa e Campina Grande. “Inclusive, esse sistema de videomonitoramento trará muito mais velocidades para as respostas aos crimes violentos patrimoniais, seja no ponto de ônibus, seja na padaria, aquele que está transitando na calçada. A expectativa é muito boa”, finalizou.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios