Política

‘Não se pode subestimar Bolsonaro duas vezes’, diz Marina Silva sobre disputa em 2022

A ex-senadora e ex-candidata à Presidência da República, Marina Silva (REDE), disse, nesta quarta-feira (10), durante entrevista exclusiva ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, que as oposições não podem subestimar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em relação à disputa presidencial de 2022.

De acordo com Marina, em 2018 partidos como o PT ignoraram o então candidato do PSL e não acreditaram que ele poderia chegar onde chegou. Ela criticou o erro de estratégia do Partido dos Trabalhadores em adotar uma política exclusivista, quando apostou na candidatura do ex-presidente Lula e, depois em Haddad. “O Ciro sempre avisou, que era preciso caminhar juntos, mas o PT insistiu na política exclusivista”, afirmou.

Questionada sobre 2022, Marina disse que as legendas de oposição estão construindo uma alternativa para o campo democrático e popular. Ela defendeu a união desses partidos como saída para o enfrentamento ao presidente Bolsonaro.

Alexandre Freire

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios