Destaque

“Na Paraíba observamos a diminuição de casos graves” diz Geraldo Medeiros ao fazer uma análise do platô da covid-19

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros fez uma análise, durante entrevista à rádio Correio FM nesta segunda-feira (20), do platô que a covid-19 atingiu no estado.

De acordo com Geraldo a taxa média de ocupação de leitos de UTI na Paraíba é de 55%, percentual que poucos estados do país tem, o que faz a Paraíba estar numa situação confortável, apesar de ainda não ter conseguido vencer totalmente o novo coronavírus.

“Não seria interessante para o setor econômico, nem para ninguém uma nova onda de casos através da produção de aglomeração. A paraíba hoje está com uma ocupação de leitos numa situação de 55%, são índices que poucos estados nesse momentos no país tem. Tudo isso reflexo de ações do governo e da secretária estadual de saúde. Agora, é preciso cautela” declarou.

Ainda de acordo com o secretário, no final da semana a gestão espera ter uma imagem definitiva de como a doença está ocorrendo após as duas semanas de flexibilização.

“Nós teremos uma imagem definitiva no final da semana mas já se acena uma configuração de que o que estamos observando é que o platô é sustentado. Isso é uma discussão que ainda não está bem definida, o que observamos no estado é que o número de casos graves está diminuindo e o número de casos leves persiste pois o platô é sustentado, nós já percorremos uma trajetória longa, mas ainda não vencemos” declarou, acrescentando que a taxa de letalidade da covid-19 na Paraíba é de 2,2%, a menor do Nordeste.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios