Geral

Morre aos 83 anos Seu Manelito Dantas, da Fazenda Carnaúba em Taperoá.

Era primo de Ariano Suassuna e responsável por uma das mais conhecidas produções de queijo de cabra do país, na Fazenda Carnaúba.

Morreu nesta terça-feira (28), Manoel Dantas Vilar Filho, conhecido como Manelito, que era primo de Ariano Suassuna e responsável pela Fazenda Carnaúba, em Taperoá. Figura querida na região, ele morreu aos 83 anos, em Campina Grande, devido a complicações de uma cirurgia de vesícula.

O velório será realizado a partir das 16h, na Fazenda Carnaúba, e o sepultamento deve ocorrer às 9h desta quarta-feira (29), no cemitério de Taperoá.

Manelito Dantas Vilar era engenheiro civil e professor aposentado da área de Hidrologia da Universidade Federal da Paraíba, mas após a morte do pai, abandonou a vida profissional/urbana para dedicar-se totalmente às fazendas da família. Pioneiro, tornou a fazenda uma referência em todo o país.

A Fazenda Carnaúba é referência nacional em genética de caprinos, ovinos e bovinos. É também, um exemplo de um sistema único de produção viável para 90% do semiárido brasileiro, utilizando-se da preservação de aspectos sociais e culturais.

O produtor Manelito administrava com seus cinco filhos a fazenda, que está na posse sucessiva da família, desde o século 18 (8ª e 9ª geração, respectivamente). Veja abaixo a lista de gerações que administraram a fazenda copiada por Ariano Suassuna especialmente para Manelito:

Na última quinta-feira (23), Manelito Dantas Vilar gravou um vídeo para o Dia D da Fazenda Taperoá, encontro anual que, este ano, devido à pandemia de covid-19, teve que ser realizado online. A gravação acabou sendo o último registro de Manelito ainda com vida. Veja abaixo:

Paraíba impede laticínio da família de Ariano Suassuna de renovar ...

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios