Política

Couto e Medeiros não deverão deixar cargos para disputar Prefeituras

O secretário de Comunicação da Paraíba, Nonato Bandeira, confirmou nesta quarta-feira (3) os nomes dos secretários que irão deixar o Governo do Estado para disputar as eleições deste ano. Nonato revelou ainda que o secretário Geraldo Medeiros não manifestou desejo de saída e por isso deve continuar à frente da Secretaria de Saúde em meio à pandemia do novo Coronavírus.
“Eles tomaram uma decisão pessoal, mas não existe nenhuma orientação do Governo ou do Cidadania para que as pessoas lancem candidatura, porque não tem clima nenhum. O governador acatou os pedidos, mas não há estratégia política. O governo não tem cabeça para se preocupar com as eleições. O foco é combater a Covid-19, sem demagogia”, disse.
Devem deixar o Governo Ana Cláudia Vital do Rêgo, secretária de Desenvolvimento e Articulação Municipal do Estado; Denise Albuquerque, secretária Executiva de Desenvolvimento Humano; Aristeu Chaves, coordenador do Procase; Léo Cabral, diretor do Hospital Distrital de Aguiar; Beto Brasil, presidente da Lotep e Kévia Werton, diretora do Hospital Regional de Pombal.
Luiz Couto foi cotado como aposta do PT para as eleições municipais da Capital. No entanto, Nonato Bandeira descartou que ele esteja deixando a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar para concorrer ao cargo de prefeito. Em algumas entrevistas, o padre já havia negado a possibilidade de disputar o pleito. Da mesma forma, Geraldo Medeiros descartou a possibilidade.
O prazo para desincompatibilização nos cargos termina nesta quinta-feira (4), já que o primeiro turno está marcado para 4 de outubro, exatos quatro meses de intervalo entre as duas datas.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios