Política

Live: Berguim diz que recebeu prefeitura com salários atrasados e a entregou com dinheiro em caixa para concluir obras

A sucessão municipal em Itaporanga, Sertão Paraibano, vai criando um clima de acirramento à medida que se aproxima o pleito. Em uma live, na noite passada, o ex-prefeito Audiberg Alves (PDT) fez um comparativo do cenário em que recebeu com o que entregou a prefeitura.
Um dos pré-candidatos das oposições, ele listou ações e obras executadas durante sua gestão (2013-2016) como: construção de 10.000 m² de calçamento, entrega frota de veículos para todas secretarias, construção de uma creche no Chagas Soares, perfuração de 38 poços artesianos, reforma das praças Frei Martinho e João Pessoa, implantação de farmácia veterinária, reforma do estádio ‘O Zezão’, entrega de 3 academias ao ar livre, construção de UBS na Vila Mocó, etc.
Foto: deputado Taciano, prefeito Divaldo e ex-prefeito Djaci.
O ex-prefeito acentuou as dificuldades enfrentadas durante a gestão devido a crise hídrica e colapso no abastecimento de água da cidade. Falando que não queria ali atacar ninguém, mas não podia deixar de fazer esse comparativo, disse que recebeu a prefeitura com salários de servidores, INSS e fornecedores em atraso. “Sabemos o quanto é difícil governar”, afirmou. Seu antecessor foi Djaci Brasileiro (PSDB), derrotado em 2012 e 2016, que agora se aliou ao atual prefeito Divaldo (DEM), indicando filho Djaci Jr para vice, tem apoio do deputado Taciano (Avante).
Berguim lembrou também entrega da escola modelo, obra paralisada há 16 anos desde a gestão da então prefeita Kátia (1997-2000), possível sua reforma através de recurso do governo estadual. Pontuou que a parceria com então governador Ricardo Coutinho e deputado Gervásio Maia possibilitou a implantação do Corpo de Bombeiro e construção da Escola Técnica.
O ex-prefeito disse que deixou recursos em caixa para o atual prefeito concluir obras, como: uma escola no Adailton Teixeira com 12 salas de aula, cujo investimento é R$ 3,9 milhões em recursos federais; duas UBS no Alto da Neves e no Chagas Soares; uma quadra de esporte no Chagas Soares; e frisou que iniciou a construção do matadouro tendo deixado 60% feita e R$ 400 mil em caixa para o atual prefeito concluir, até agora não foi concluído.
Audiberg mostra que está com farta munição para o confronto com a chapa Divaldo/Djaci, seu antecessor e sucessor, que em disputa eleitoral é um belo telhado de vidro. Mesmo tentando não ser direto, o ex-prefeito mirou direitinho o estilingue na direção dos dois.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios